Energia

Engie Brasil levanta US $ 50 milhões para investimentos em usinas hidrelétricas de Jaguara e Miranda

A concessionária brasileira Engie Brasil anunciou uma oferta pública de US $ 160 milhões, com recursos destinados ao investimento nas usinas hidrelétricas de Jaguara e Miranda.

De acordo com a empresa, US $ 28,8 milhões serão destinados ao projeto Jaguara e US $ 19,7 milhões serão destinados a Miranda. O restante será investido na instalação eólica de Campo Largo.

A debênture será feita em duas séries, com datas de maturação em 2025 e 2028.

A Engie, com sede na França, adquiriu as usinas hidrelétricas em leilão por US $ 1,1 bilhão em dezembro da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).

Jaguara fica no rio Grande e foi construída entre 1966 e 1971. Miranda fica no rio Araguari e foi comissionada em 1998.

A Cemig perdeu os direitos de exploração dessas usinas , junto com a Volta Grande, de 380 MW, e a São Simão, com 1,71 GW, quando a empresa recusou os termos das controvérsias reformas do setor energético promulgadas pela ex-presidente Dilma Rouseff.

No início deste ano, a  Engie emitiu seu segundo Green Bond , avaliado em US $ 1,6 bilhão, com os recursos a serem usados ​​para financiar projetos de energia renovável que incluem usinas hidrelétricas.

Voltar ao Topo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com