Editorias

Mergulhadores encontram fissura no casco do graneleiro encalhado em Santos

Uma fissura de 40 centímetros no casco causou o adernamento do navio Tong Shun, encalhado no berço dos armazéns 20 e 21 do Porto de Santos desde quinta-feira. Uma vistoria subaquática realizada neste sábado (10) detectou o problema.

A Capitania dos Portos do Estado de São Paulo (CPSP) determinou à agência de navegação que atende a embarcação, a Cargonave, o reparo da falha para que o graneleiro possa deixar o local.

Vistoria subaquática detectou o problema neste sábado (Foto: Luigi Bongiovanni)

“É provável que tenha havido um choque com algum o objeto no fundo”, disse o Capitão de Mar e Guerra Alberto José Pinheiro de Carvalho, comandante da CPSP. Um inquérito foi aberto para apurar as responsabilidades sobre o caso.

O Tong Shun chegou ao Porto de Santos na última terça-feira (6). Segundo informações da Capitania dos Portos, o navio começou a adernar na manhã de quinta-feira (8), após o carregamento de 30.850 toneladas de soja. Ele já tinha embarcado quase 40 mil toneladas do grão em uma escala no Uruguai.

Voltar ao Topo