Naval

Paranaguá recebe o maior navio graneleiro da história

Chegou na semana passada à área de fundeio do Porto de Paranaguá o navio “Jubilant Devotion”. A embarcação carrega 87 mil toneladas de farelo de soja, na maior operação graneleira da história do porto, equivalente a mais de 2,9 mil carretas carregadas de produto.

Antes do “Jubilant Devotion”, o maior carregamento feito pelo porto tinha sido o navio Nord Cetus, que embarcou 84,7 mil toneladas em 2013.

Na semana passada, outra embarcação, o “Stella Dawn”, atracou no Porto de Paranaguá para carregar soja e bateu o recorde de produtividade em uma janela de 6 horas. O navio embarcou 16,54 mil toneladas de grãos no dia 6 (terça-feira), volume equivale à carga de cerca de 75 caminhões por hora de operação.

PRODUTIVIDADE – Estes números marcam o início do período de escoamento da safra e comprova o aumento de produtividade do Porto de Paranaguá na exportação de grãos. “Já tivemos um salto de movimentação no ano passado e este novo cenário só reforça que todos os esforços em repotenciamento do porto elevaram o patamar de capacidade e agilidade de escoamento de Paranaguá. Estes resultados estão ocorrendo ainda antes da conclusão da dragagem de aprofundamento do Porto, que será concluída em agosto deste ano”, afirmou o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino.

Ao todo, já foram investidos R$ 657 milhões no Porto de Paranaguá desde 2011, que resultaram em um aumento de 25% na movimentação de cargas neste período. Np ano passado, o volume movimentado chegou a 51 milhões de toneladas, um recorde histórico.

Somente no ano passado, o porto teve uma alta de 14% nas suas operações, o dobro do crescimento da média nacional. Só com os equipamentos que carregam os navios de grãos, os shiploaders, a Appa investiu R$ 59,4 milhões.

Voltar ao Topo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com