Petróleo

Petróleo recua com avanço dos poços e plataformas em operação nos EUA

Os preços do petróleo operam em baixa na manhã desta segunda-feira, em meio a dúvidas sobre os cortes de produção em países membros e não membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e também o avanço da atividade extrativa nos Estados Unidos.

Às 8h50 (de Brasília), o contrato para março do Brent caía 1,49%, a US$ 56,25 por barril, na Intercontinental Exchange (ICE), enquanto o WTI para fevereiro cedia 1,50%, a US$ 53,18 por barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex).

O principal fator para o recuo da commodity foi o relatório da consultoria Baker Hughes mostrando que o número de poços e plataformas em operação nos Estados Unidos avançou para 529, o maior número desde dezembro de 2015.

Para Dominick Chirichella, analista da Energy Management Institute, o número elevado começa a alarmar alguns observadores. Em dezembro de 2015, o mesmo número de poços em operação produzia 9,225 milhões de barris por dia, enquanto no momento o país extrai 8,77 milhões de barris por dia. A alta da produção nos EUA é um subproduto esperado do avanço dos preços.

Outro fator que influencia é a incerteza sobre a efetivação dos cortes prometidos pela Opep e países não membros. Dados de produção de grandes membros do cartel não estarão disponíveis antes de meados de fevereiro, o que, para muitos participantes de mercado, significa volatilidade nos preços à medida em que pedaços de informação chegam ao mercado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Voltar ao Topo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com