Empregos

Portos em Recife e Suape agitam a economia de Pernambuco após confirmação de investimentos

Portos em Recife e Suape agitam a economia de Pernambuco após confirmação de investimentos
Na contramão da crise, portos de Recife e Suape, em Pernambuco, anunciaram investimentos que gerarão oportunidades em massa.

No dia 26 de dezembro de 2017, os portos de Recife e Suape acabaram recebendo um notícia que soa mais como um presente para quem reside naquela região. Depois da anúncio que empresas de petróleo e gás reabriram processos seletivos na primeira semana de 2017, Hélder Barbalho, que é ministro e gerencia a SEP (órgão do governo responsável pela administração dos portos do Brasil), divulgou que a nação pernambucana receberá um investimento no setor naval de três bilhões de reais, até 2018. Esse dinheiro será investido em infraestrutura e dragagem dos portos. Thiago Norões, que é executivo da #Economia estadual de Pernambuco e também preside a Suap, esteve com Barbalho, e os dois tiveram uma longa e proveitosa conversa sobre os novos rumos econômicos e de geração de empregos ao longo dos próximos anos.

Entrevistado pelo G1, o ministro ressaltou que as atividades de drenagem que sem encontram ativas em Suap, fazem parte do projeto e que as estimativas mostram que, em 2018, essas obras já estarão finalizadas. Todo o capital necessário para injeção desses investimentos, é oriundo de arrendamentos conquistados pelo governo de Pernambuco. Barbalho enfatiza que, graças a esses investimentos, empregos estão sendo gerados, mais oportunidades aparecerão em 2017, e a capacidade portuária de Recife e Sua estão em pleno vapor. O ministro se diz aliviado porque a região ainda consegue andar com as próprias pernas.

O porto de Suap é dividido em 5 terminais distintos: o primeiro será de armazenagem de contêineres, o segundo para sementes e grãos, o terceiro para automóveis, o quarto e quinto serão dedicados a transporte de combustíveis fósseis. Agora, em Recife, os terminais de tráfego e acomodação de passageiros, cargas também estão nessa fatia de distribuição de investimento, isso inclui, é claro, a dragagem para maximizar as atividades operacionais do porto.

As atividades em Suape já estão a todo vapor, já as de Recife terão início depois de junho desse ano. De acordo com o cronograma, as obras chegarão em seu fim em 2018. Norões ressalta que é muito importante que esses investimentos ocorram conforme o planejado, pois esses investimentos antederão a estrutura econômica não só de Pernambuco, mas de todas as demandas do nordeste.

Voltar ao Topo