Energia

Setor de energia em mudança no Brasil é um desafio e uma oportunidade’

Com uma extensão territorial de aproximadamente 8,5 milhões de quilômetros quadrados, litoral de cerca de 7 mil quilômetros e uma enorme variedade de recursos naturais, as dimensões continentais do Brasil a colocam em posição privilegiada na tendência mundial de inserção de fontes renováveis ​​de energia na rede elétrica, principalmente eólica. potência e energia solar fotovoltaica.

Essas características, aliadas à inovação tecnológica e à maior complexidade na dinâmica do mercado, têm fomentado intensas transformações no setor elétrico nacional.

Em perspectiva, por exemplo, o Brasil está agora vendo uma expansão progressiva do mercado de energia não regulado e a criação de novas oportunidades de negócios desencadeadas por esse movimento.

Como instituição responsável por viabilizar o comércio de energia elétrica no Brasil, a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) participou de diversas arenas para discutir e debater as mudanças que estão surgindo e que surgirão.

Sempre com o objetivo de garantir previsibilidade no fornecimento e comercialização de energia e transparência em todas as transações, a CCEE vem organizando fóruns de debate e promovendo reuniões com participantes do mercado e instituições não regulamentadas para discutir e consolidar propostas de modernização do setor. cada vez mais importante à medida que surgem novas tecnologias disruptivas.

A CCEE, de fato, integra a estrutura de governança do setor elétrico no Brasil e atua como um facilitador nos esforços para implementar soluções regulatórias viáveis ​​que apoiarão a evolução dessas novas dinâmicas de mercado.

Um exemplo das mudanças que estão sendo implementadas, após a participação em tais fóruns, inclui a melhoria do cálculo dos preços de curto prazo ou de energia spot, que agora será feito com base em uma base horária a partir de 2020.

Isso significa que os vendedores de energia e os consumidores poderão planejar suas operações em uma base diária, o que só é possível devido à nova tecnologia de ponta que está sendo implementada para medir os fluxos de eletricidade, por um lado. Por outro lado, a diversificação das tecnologias de geração de energia – especialmente a distribuição eólica, solar e gerada.

Outro exemplo é que a CCEE, junto com instituições do setor, como o Ministério de Minas e Energia, está realizando estudos conceituais sobre como negociar energia e capacidade separadamente, seguindo tendências do mercado de energia renovável em outros países como o México.

Esses estudos buscam fornecer suporte técnico para uma eventual introdução deste, que faz parte do conjunto de propostas de melhorias regulatórias em discussão no Brasil. Embora as discussões ainda sejam preliminares, a CCEE acredita que a separação de contratos de capacidade e energia pode trazer benefícios para melhorar o preço dos ativos e criar mais opções de financiamento para apoiar a expansão de fontes de energia no contexto da evolução do mercado não regulamentado.

Mas o tempo todo a CCEE investiu na melhor estruturação de projetos de tecnologia que são considerados essenciais para permitir que a comercialização de energia se adapte às novas dinâmicas que estão surgindo.

Entre eles, existem aplicativos móveis (como o aplicativo da CCEE) que apresentam dados de mercado e operações em tempo real; o desenvolvimento de um novo modelo para processar dados de medição, um projeto em andamento que concilia aplicações de streaming, Big Data, Internet das Coisas (IoT) e participantes não regulamentados do mercado.

Além disso, existem outras iniciativas, como a modernização da plataforma de registro de agentes, necessária devido à entrada de novas empresas no ambiente de negociação de energia não regulada, que tem crescido exponencialmente nos últimos anos.

A transformação que o progresso traz é desafiadora, mas também é promissora, uma vez que o Brasil pode avançar para consolidar um modelo moderno de mercado de eletricidade, que também mantém a aptidão tradicional do país para fontes de energia renováveis.

Voltar ao Topo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com