Naval

Singapura prende ex-executivos da Keppel por prática de suborno no Brasil

Vários ex-executivos da Keppel Corp foram presos pelas autoridades singapurenses em uma sonda relacionada às acusações de que a unidade de construção de equipamentos subornasse funcionários brasileiros, informou o jornal The Straits Times na sexta-feira.

A Keppel Offshore & Marine em dezembro concordou em pagar US $ 422 milhões para resolver investigações sobre o assunto por autoridades nos Estados Unidos, no Brasil e em Cingapura.

Mas a Procuradoria Geral das Câmaras de Singapura (AGC) e o Bureau de Investigação de Práticas Corruptas (CPIB) disseram na época que as investigações sobre os indivíduos envolvidos estavam em andamento.

O Straits Times disse que mais de seis pessoas estavam atualmente em fiança com o caso.

Voltar ao Topo