Óleo e Gás

Statoil se tornará equinor, soltando ‘óleo’ para atrair jovens talentos

Os acionistas da maior empresa norueguesa, a Statoil, vão aprovar na terça-feira a proposta do conselho para retirar “petróleo” de seu nome, já que busca diversificar seus negócios e atrair jovens talentos preocupados com o impacto dos combustíveis fósseis no clima mudança.

A partir de quarta-feira, a empresa estatal majoritária mudará seu nome de 46 anos para a Equinor e negociará na Bolsa de Oslo sob o novo ticker EQNR.

O governo norueguês, que tem uma participação de 67% na empresa, disse que vai apoiar a decisão.

A companhia de petróleo e gás disse que a mudança de nome foi um passo natural depois de ter decidido no ano passado se tornar uma empresa de “energia ampla”, investindo até 20-20% do investimento anual em “novas soluções energéticas” até 2030, principalmente em alto mar. vento.

“A principal razão para uma empresa mudar seu nome é quando ela quer ampliar o escopo de sua atividade ou direção. Outra razão seria porque ela está em apuros e tem um problema de reputação”, disse Allyson Stewart-Allen, de Londres. especialista internacional em branding e CEO da International Marketing Partners, disse à Reuters.

“Eu não acredito que seja o caso da Statoil.”

Enquanto os lucros da empresa estão crescendo novamente, seu negócio de hidrocarbonetos está sob maior controle após o acordo climático de Paris em 2016.

“Um nome com ‘óleo’ como um componente seria cada vez mais uma desvantagem. Nenhum dos nossos competidores tem isso. Nos serviu muito bem por 50 anos, eu não acho que será o melhor nome para os próximos 50 anos.” Eldar Saetre, presidente-executivo da Statoil, disse à Reuters.

O novo nome foi criado para despertar a curiosidade entre os jovens, para que eles vejam os outros aspectos da Statoil, incluindo a energia renovável, acrescentou ele.

Estudantes de tecnologia ficaram menos interessados ​​em trabalhar para empresas de petróleo depois que os preços do petróleo caíram em 2014 e a energia renovável ganhou destaque.

A Statoil ficou em 15º lugar em uma pesquisa anual com os empregadores mais atraentes do país nórdico conduzida pelo karrierestart.no, um site de carreiras norueguês, e a empresa norueguesa Evidente, publicada em 3 de maio. Em 2013, ficou em primeiro lugar.

Há sinais, no entanto, de que a mudança de nome poderia ajudá-lo a subir nas fileiras.

“Os estudantes que responderam à pesquisa depois da notícia da mudança de nome acharam a Statoil entre 5% e 10% mais atraente como empregadora”, disse Arne Kvalsvik, da Evidente.

“É provável que a mudança de nome da Statoil tenha um impacto positivo em sua reputação daqui para frente”.

Voltar ao Topo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com