Óleo e Gás

Statoil vai perfurar 40 poços de exploração em 2018

A empresa de petróleo norueguesa Statoil levantou seu investimento e espera perfurar mais poços em 2018 em comparação com 2017.

Apresentando os resultados do quarto trimestre e do ano todo 2017, a empresa disse que espera que o seu capex orgânico seja de cerca de US $ 11 bilhões em 2018. As despesas de capital orgânico em 2017 foram de US $ 9,4 bilhões.

A empresa espera perfurar cerca de 40 poços de exploração em 2018, com um gasto esperado de cerca de US $ 1,5 bilhão. Para comparação, no final de ano de 2017, a Statoil completou 28 poços de exploração com 14 descobertas comerciais.

A empresa registrou na quinta-feira uma receita líquida de renda de US $ 2,57 bilhões no quarto trimestre de 2017, ante uma perda de US $ 2,78 bilhões no quarto trimestre de 2016.

Os ganhos ajustados após impostos foram de US $ 1,3 bilhão no quarto trimestre, ante $ 40 milhões negativos no mesmo período do ano passado

Os fluxos de caixa fornecidos pelas atividades operacionais antes dos impostos pagos e do capital de giro totalizaram US $ 20,7 bilhões em todo o ano de 2017, em comparação com US $ 15,0 bilhões em 2016.

“Em um mercado de recuperação, entregamos fortes ganhos e fluxo de caixa de todos os segmentos de negócios. Tivemos uma produção recorde tanto no quarto trimestre como no ano todo, apoiado pelo contínuo desempenho operacional sólido. Esperamos o crescimento do lucro subjacente a longo prazo, e de acordo com nossa política de dividendos, o conselho propõe aumentar o dividendo 4,5% para US $ 0,23 por ação “, diz Eldar Sætre, presidente e CEO da Statoil ASA.

A Statoil entregou uma produção de capital de 2.134 mbb por dia no quarto trimestre, um aumento de 2% em relação a 2.095 mbb por dia no mesmo período de 2016. A empresa espera um crescimento de produção de 1-2% em 2018 e um crescimento anual da produção de cerca de 3- 4% de 2017 a 2020.

O conselho de administração da empresa propôs à assembléia geral anual (AGM) aumentar o dividendo 4,5% para US $ 0,23 por ação, no quarto trimestre.

Voltar ao Topo