Empregos

Veja os cursos que você deve fazer para trabalhar na retomada da indústria naval

O descobrimento do pré-sal deixou mais acirrada a produção do petróleo. Em razão disso, a busca por algum curso técnico em indústria naval na área de petróleo e gás cresce a cada dia.

Os cursos ofertam preparação para trabalhar nas refinarias de petróleo, usinas petroquímicas e de biocombustíveis, além das plataformas de produção.

Entre os melhores cursos a serem feitos para não ficar de fora da retomada, você pode escolher:

Petróleo e Gás – O curso é ofertado em alguns estados do Brasil, mas o Rio de Janeiro é o local que mais absorve os técnicos da área. O curso dá ênfase no processo de refinamento do petróleo, mas o aluno estudará outros tópicos como noção do processamento de tratamento de água. O curso é disponibilizado no SENAI.

Sistema a Gás – o profissional formado neste curso poderá atuar na aplicação da manutenção nos sistemas de gás, na escolha de itens para a instalação de gás, na assessoria técnica em compra e venda de ferramentas ligadas ao campo e na produção de sistemas conforme as regras de segurança. O curso também é ministrado no SENAI.

Refrigeração e Climatização – com um período de 16 meses, este curso técnico é apropriado para quem desejar atuar em indústrias, auxilio técnico e organizações comerciais em geral. O formando estará capacitado a desenvolver, executar e inspecionar o seguimento da rotina de manutenção e venda de sistemas de refrigeração e climatização. Também estará apto a instalar sistemas em acordo com as regras em ação. Interessados precisam buscar conhecer escolas em sua cidade.

Operador de Plataforma de Petróleo – neste curso, que é ofertado em várias localidades pelo SENAI, o especialista será encarregado da operação de plataformas de perfuração, e também pelo depósito de petróleo e transporte. Este é um dos cursos de maior procura, e além das atribuições citadas, o operador poderá ajudar grupos de produção petrolífera.

Petroquímica – o técnico em petroquímica será encarregado pelo controle de qualidade de produtos originados do petróleo, fiscalização e gestão dos sistemas petroquímicos. O especialista é quem visto pelas instituições de tratamento de água, indústrias e laboratórios. O SENAI oferta este curso.

Onze cursos da área naval são disponibilizados pelo Pronatec

O setor naval obriga o aperfeiçoamento de profissionais, priorizando regras operacionais, etapas de trabalho e tipos de ferramentas específicas.

Por essa razão, entidades como a Petrobrás, a Sinaval e os estaleiros Enseada do Paraguaçu, Jurong e Ecovix apresentaram a já aceita opção de serem incluídos cursos deste segmento no Pronatec.

Com cursos que diversificam de 160 a 300 horas, eles são:

Instalador de tubulações navais;
Operador de movimentação de carga;
Operador de ponte rolante;
Soldador de arame tubular naval;
Soldador de eletrodo tubular naval;
Soldador MAG naval;
Soldador TIG naval;
Caldeireiro naval;
Eletricista naval;
Mecânico de máquinas industriais;
Pintor industrial;

Embora não sejam todos cursos de urgente impacto, o Prominp realizou uma pesquisa de quatro meses para adequar os melhores setores ao Pronatec respondendo a demanda crescente do mercado por mão de obra qualificada, de acordo com a precisão da Petrobrás com encomendas até o fim da década.

Mais cursos em alta

Os recentes leilões relacionados ao pré-sal trouxeram chances de saber melhor o que desejam os envolvidos. Esse fato impulsiona a economia e aumenta as oportunidades de emprego.

Acredita-se que diversos setores serão inclusos de maneira direta ou indireta. O ponto é se especializar, pois toda área necessita de conhecimento.

O período no setor não é dos melhores, porém a hora de se qualificar é agora e valerá muito nos próximos meses. Quem fazer algum curso nesse período irá encontrar um setor de maiores oportunidades futuras.

Sendo assim, o interessado poderá cursar as seguintes graduações:

Engenharia de petróleo;
Engenharia de produção;
Engenharia elétrica;
Engenharia mecânica;
Engenharia da computação;
Engenharia química;
Técnico em eletromecânica;
Técnico em eletrotécnica;
Técnico em automação;
Língua estrangeira;

É esperado que as seguintes áreas de estudo sejam valorizadas: automação, informática, geofísica, mecânica e elétrica, apresentando uma boa demanda de especialistas. A operação de drones (robôs que atuam no fundo mar) também é um segmento com visão crescente.

VEJA TAMBÉM

Maior petroleira do planeta passa a ver o Brasil como grande prioridade

Voltar ao Topo
Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com