Óleo e Gás

Abegás realiza levantamento e registra aumento de 10% em consumo de gás natural

Abegás realiza levantamento e registra aumento de 10% em consumo de gás natural

Segundo um levantamento da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), o consumo de gás natural aumentou 10% no mês de outubro, em relação ao ano anterior – o que totaliza cerca de 78,2 milhões de metros cúbicos diários. Ainda segundo a associação, a alta foi em decorrência do aumento na produção das usinas térmicas movidas a combustível.

Esse avanço ocorre em meio a um cenário de mudança no segmento de gás natural, o “Novo Mercado de Gás” – uma tentativa do atual governo para abrir o setor. Além disso, em relação ao mês de setembro, o consumo de gás natural subiu 5,6%.

Confira o consumo de gás de acordo com o segmento:

industrial – 28,5 milhões de m³/dia;

automotivo – 6,3 milhões de m³/dia;

residencial – 1,3 milhão de m³/dia;

comercial – 927 mil m³/dia;

geração elétrica – 36,1 milhões de m³/dia;

cogeração –  2,8 milhões de m³/dia;

matéria-prima –  481 mil de m³/dia;

outros (inclui Gás Natural Comprimido) – 1,8 milhões de m³/dia;

Sobre a Abegás

Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS) é uma sociedade civil sem fins lucrativos constituída em 02 de fevereiro de 1990. Congrega, como associadas, as empresas concessionárias dos serviços de distribuição de gás canalizado dos vários Estados da Federação, acionistas e empresas participantes da indústria do gás no Brasil.

Em seus 29 anos de existência, a ABEGÁS tem atuado para que ocorra a ampliação da oferta de gás natural no país, quer seja de produção nacional ou através de importação; no estímulo ao fortalecimento das empresas distribuidoras de gás canalizado em todos os Estados da Federação; no intercâmbio e na cooperação técnica e institucional entre seus associados e outras entidades e, bem como, na colaboração com órgãos do governo federal e dos governos estaduais na formulação de programas de desenvolvimento e fortalecimento da Indústria Brasileira do Gás Natural.

Voltar ao Topo