Naval

Aprovados R$ 2,54 bilhões para novos projetos da construção naval

O Conselho Diretor do Fundo da Marinha Mercante (CDFMM) aprovou R$ 2,54 bilhões em prioridades para novos projetos da construção naval. Outros R$ 4,16 bilhões foram destinados a projetos que já haviam sido aprovados em reuniões anteriores e obtiveram novo prazo para contratação. As reapresentações equivalem a 62% dos projetos que obtiveram prioridade na 39ª reunião ordinária, realizada na última quinta-feira (6), na sede do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

No apoio marítimo, foram concedidas prioridades de R$ 92,9 milhões para construção de duas embarcações do tipo SDSV (apoio a mergulho) e R$ 66,6 milhões de suplementação para construção de um PLSV (lançamento de linhas). Na cabotagem, R$ 522,8 milhões para construção de dois porta-contêineres. Na navegação interior, 68,4 milhões para construção de 15 empurradores fluviais e barcaças graneleiras. Outros 144,7 milhões são destinados para construção de um terminal flutuante, empurradores, lancha de apoio e balsas, além de R$ 26,2 milhões de atualização monetária do financiamento para um navio gaseiro.

O conselho priorizou ainda R$ 1,46 bilhão para construção, expansão e modernização de instalações do Estaleiro Jurong, em Aracruz (ES), R$ 25 milhões para construção de um estaleiro em São Luís (MA) e R$ 24,2 milhões para modernização do Estaleiro Wilson Sons, no Guarujá (SP). O CDFMM concedeu prioridade de R$ 92 milhões para reparo de 16 PSVs (transporte de suprimentos) e R$ 14,6 milhões para  reparo de um CSV (suporte à construção offshore).

A próxima reunião do CDFMM está prevista para 21 de março de 2019. Os interessados tem até o próximo 21 de janeiro para apresentar projetos para obtenção de prioridade para financiamento com recursos do fundo. O FMM pode financiar até 90% do valor dos projetos pleiteados. O percentual de financiamento dependerá do conteúdo nacional e do tipo de embarcação

Por Danilo Oliveira

Voltar ao Topo