Petróleo

Arábia Saudita procura importar petróleo para manter exportações

Após os ataques lançados contra instalações petrolíferas da Arábia Saudita no último fim de semana, o país está procurando outros produtores de petróleo e derivados para manter seu fluxo de exportações e fechar lacunas em sua própria oferta, segundo fontes com conhecimento do assunto.

No ano passado, a Arábia Saudita produziu cerca de 10,3 milhões de barris por dia (bpd) de petróleo bruto e exportou 7,4 milhões de bpd, além de mais 2 milhões de bpd de produtos refinados, segundo dados da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

“Na segunda-feira, eles (os sauditas) começaram a fazer pesquisas para comprar derivados de petróleo, provavelmente com o objetivo de maximizar as exportações de petróleo bruto”, disse o chefe-executivo da refinaria italiana Saras, Dario Scaffardi.

A Arábia Saudita também consultou o Iraque sobre o possível fornecimento de até 20 milhões de barris de petróleo bruto para manter suas refinarias abastecidas, de acordo com duas fontes.

Voltar ao Topo