Siderúrgica

ArcelorMittal amplia parada de manutenção no forno de Tubarão

A ArcelorMittal Brasil estendeu a paralisação de seu Alto Forno Tubarão nº 2 até o final do ano, a partir de um período inicialmente previsto de 70 dias. O presidente da companhia, Carbono Plano América do Sul Benjamin Baptista nos bastidores do congresso de aço do Instituto Aco Brasil disse na semana passada que “vamos dar um passo lento na manutenção.” Baptista não revelou exatamente quando as operações serão retomadas ou as razões por trás da decisão.

A siderúrgica havia desativado o alto-forno com capacidade de 1,5 milhão de toneladas de aço bruto em 23 de junho devido às condições do mercado. A parada de manutenção, originalmente prevista para meados de agosto, foi definida pela primeira vez para seguir seu período original de 70 dias, agora adiado até o final de 2019.

A ArcelorMittal Tubarão, localizada em Vitória, produziu cerca de 7 milhões de toneladas de aço bruto em 2018, ante 7,2 milhões em 2017. Sua fábrica está focada em produtos de aços planos. No ano passado, a unidade exportou um total de 2,37 milhões de toneladas de placas, o que está próximo de sua produção excedente de placas de cerca de 3 milhões de toneladas por ano.

++ CONFIRA AS VAGAS DE EMPREGO OFERECIDAS HOJE

Voltar ao Topo