Notícias

BNDES avança em seus lucros líquidos com as vendas da Petrobras

BNDES avança em seus lucros líquidos com as vendas da Petrobras

Com as vendas das ações da Petrobras e outras empresas o maior banco de fomento do país, o BNDES, atingiu lucro líquido de R$ 11,1 bilhões, um ganho de 436,7% diante dos R$ 2,1 bilhões registrados no primeiro trimestre do ano anterior.

Além do lucro expressivo, os dados do primeiro trimestre do ano mostram a apuração de R$ 5,2 bilhões de tributos no conceito de competência e de R$ 7,1 bilhões no conceito de caixa, contribuindo, assim, de maneira substancial para o resultado fiscal do governo federal em 2019. De acordo com o presidente do BNDES, Joaquim Levy, “O resultado mostra que o BNDES continua muito vigoroso”.

Foi registrado em participação total do Sistema BNDES na Petrobrás no mês de março cerca de 13,90%, ante 15,0% em 31 de dezembro de 2018. As ações de Rede Energia foram alienadas em sua totalidade, passando a BNDESPAR a não mais participar do capital dessa companhia. No caso da alienação da participação em Fibria, 75% do montante foi recebido em caixa e o restante em participação da empresa Suzano.

O resultado do BNDES com participações societárias foi 725,5% superior ao do mesmo período de 2018 (+ R$ 11,0 bilhões). O lucro registrado também foi reflexo do aumento de R$ 1,1 bilhão do produto com intermediação financeira (45% maior em relação ao primeiro trimestre de 2018), como resultado da redução da dívida com o Tesouro Nacional ao longo de 2018, processo retomado em 2019.

Voltar ao Topo