Energia

BNEF prevê salto de 122 vezes para armazenamento de energia global até 2040

A BloombergNEF (BNEF) espera um salto nas instalações globais de armazenamento de energia para 1.095 GW / 2.850 GWh até 2040, a partir dos 9 GW / 17 GWh em vigor no final de 2018.

Cerca de USD 662 bilhões (EUR 598 bilhões) serão investidos nas próximas duas décadas para apoiar este salto de 122 vezes na capacidade de armazenamento de energia estacionária, disse a empresa de pesquisa energética em seu Energy Storage Outlook 2019, publicado no final de julho.

“Duas grandes mudanças este ano são que aumentamos nossa estimativa do investimento que será investido em armazenamento de energia em 2040 em mais de US $ 40 bilhões, e que agora acreditamos que a maior parte da nova capacidade será em escala de utilidade, o medidor em residências e empresas ”, disse Yayoi Sekine, um dos co-autores do relatório e analista de armazenamento de energia da BNEF.

Por enquanto, a Coréia do Sul é líder no mercado global de armazenamento de energia, mas a BNEF espera que logo perca o primeiro lugar. Em 2040, a China e os EUA serão os principais mercados. Quase 75% do mercado global em termos de gigawatts deverá vir dos três países já mencionados e da Índia, Alemanha, América Latina, Sudeste Asiático, França, Austrália e Reino Unido.

A BNEF prevê uma redução adicional de metade do custo por kWh para as baterias de íons de lítio (Li-ion) até 2030, uma vez que a demanda por elas continua aumentando nos mercados de armazenamento estacionário e veículos elétricos. Isso será resultado de uma redução de 85% entre 2010 e 2018. A demanda total por bateria dos dois segmentos está prevista para atingir 4.584 GWh até 2040.

Voltar ao Topo