Petróleo

Bolton anuncia planos dos EUA de privar Cuba do petróleo venezuelano

Segundo Bolton, Cuba fornece apoio militar à Venezuela, que recebe petróleo a preços muito inferiores aos do mercado mundial. O povo venezuelano, pelo contrário, não recebe nenhum benefício dos cubanos, acrescentou Bolton.

No início de junho, os EUA introduziram novas medidas contra Cuba. Desde 5 de junho, é proibida a entrada de cidadãos norte-americanos na ilha em viagens de grupo no âmbito de intercâmbios educacionais, bem como a entrada de navios de passageiros dos EUA em portos cubanos.

A Venezuela está enfrentando uma crise política, que foi agravada no dia 23 de janeiro com a autoproclamação de Juan Guaidó como presidente interino do país. O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, que assumiu o segundo mandato em 10 de janeiro após as eleições, considerou a declaração de Guaidó uma tentativa de golpe de Estado e culpou os EUA por orquestrá-la.

Rússia, China, Cuba, Bolívia, Irã, Turquia e outros países apoiam o governo de Maduro. Moscou não reconhece Guaidó como presidente. Do outro lado, a União Europeia, EUA e grande parte dos países latino-americanos, incluindo o Brasil, prestam apoio a Guaidó.

Voltar ao Topo