Hidrelétrica

Brasil apoiará construção de quatro novas usinas hidrelétricas

O Brasil incluiu quatro usinas hidrelétricas entre os projetos que receberão apoio como parte do programa de parcerias de investimento do país, chamado Programa de Parcerias de Investimentos ou PPI.

Segundo , o apoio do governo virá na forma de estudos de licenciamento ambiental para as usinas Bem Querer de 650 MW, Castanheira de 140 MW, Telemaco Borba de 118 MW e Tabajara de 430 MW, cumprindo a promessa da campanha do presidente Jair Bolsonaro de acelerar os processos de licenciamento ambiental para grandes usinas hidrelétricas.

O Bem Querer, localizado no rio Amazonas, no estado de Roraima, é considerado crítico para a segurança energética do Brasil. Roraima é o único estado ainda não conectado à principal rede elétrica do país (SIN). A Bem Querer terá uma linha de transmissão conectada ao SIN e o governo a considera uma usina necessária para reduzir a dependência da região de importações de energia da Venezuela em crise e usinas termelétricas a diesel.

Por estar localizado na área mais ambientalmente sensível do Brasil, a floresta amazônica, o Bem Querer é um alvo potencial para grupos ambientais. Uma análise do projeto pela câmara alta em 2007 mostrou que ele poderia ter um impacto negativo nas áreas ocupadas pelos povos indígenas.

Também localizada na região amazônica está a planta de Tabajara, no estado de Rodonia. O projeto no rio Jiparana pode impactar cidades, áreas de conservação, terras indígenas e pessoas, incluindo comunidades que vivem à beira do rio e pescadores. O Ministério Público Federal (MPF) estimou que a planta afetaria 28 comunidades indígenas com mais de 72.000 pessoas.
Os outros dois projetos são muito menos controversos devido à sua localização.

A usina de Castanheira, no rio Atrinos, no estado de Mato Grosso, não está próxima de nenhuma terra indígena e as obras estão programadas para avançar em conjunto com programas ambientais para preservar e reduzir os impactos na fauna, flora, peixes e qualidade da água. Também virá com programas sociais para mitigar o impacto sobre a população localizada nos municípios que verão suas terras inundadas.

A usina de Telemaco Borba no rio Tibagi, no Paraná, está localizada longe de áreas ambientalmente sensíveis, e a mineração em pequena escala na área é a única atividade que pode ser impactada negativamente.

Voltar ao Topo