Biocombustíveis

Brasil espera grande aumento no açúcar e exportações de etanol

A Unica, a associação da indústria de cana do Brasil, espera um triplo das exportações de açúcar e etanol para a UE com as recentes mudanças no acordo UE-Mercosul.

Em 2004, a UE propôs tarifas reduzidas em uma cota anual de 600.000 toneladas de importações de etanol de membros do Mercosul. Foi anunciado recentemente que um acordo foi alcançado em termos diferentes, permitindo que 562 milhões de litros de etanol industrial entrem na UE sem tarifas a cada ano, e 250 milhões de litros recebam tarifas mais baixas.

Além disso, a tarifa será zero para 180.000 toneladas de importações de açúcar por ano. 

A Unica disse que essas quantidades podem elevar o valor das exportações anuais do Brasil para a UE para BRL 2 bilhões (USD 521 milhões / EUR 461 milhões), acima dos BRL 600 milhões no passado.

No final de junho, a associação européia de etanol renovável (ePURE) alertou que o impacto das concessões de última hora aos países do Mercosul seria devastador. Estes “essencialmente sacrificam o setor agrícola da UE em troca de ganhos em outros lugares”, disse a organização.

O Mercosul agora inclui Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela.

Voltar ao Topo