Petróleo

Carga e descarga mensal de derivados de petróleo nos portos iranianos aumentam 28% ao ano

Cerca de 3.705 toneladas de derivados de petróleo foram carregadas e descarregadas nos portos do Irã durante o oitavo mês civil iraniano de Aban (23 de outubro a 21 de novembro), registrando um aumento de 28,4% em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

Conforme relatado pela IRNA no sábado, o número testemunhou apenas um aumento de 5,4% no sétimo mês do calendário iraniano de Mehr (22 de setembro a 21 de outubro), ano após ano.

Desde que os EUA se retiraram do pacto nuclear do Irã em maio de 2018, prometendo reduzir as exportações de petróleo do Irã para zero, a República Islâmica vem tomando várias medidas para combater as ações dos EUA e diminuir a dependência da economia do petróleo.

Nesse sentido, o país vem implementando novas estratégias, como o foco no desenvolvimento das refinarias do país e também oferecendo produtos de petróleo na bolsa de valores do país para aumentar as exportações de tais commodities.

Nos últimos anos, os think tanks e especialistas em energia do Irã têm afirmado repetidamente que o país deve aumentar sua capacidade de refino para diminuir a dependência da economia nas vendas de petróleo.

China, Iraque, Emirados Árabes Unidos (EAU), Afeganistão e Índia estão entre os principais destinos dos derivados de petróleo iranianos.

Voltar ao Topo