Energia

Celsia da Colômbia conclui venda de US $ 420 milhões em termelétricas

O gerador de eletricidade colombiano Celsia disse na quinta-feira que vendeu uma usina de gás na cidade costeira de Barranquilla a subsidiárias do Glenfarne Group, LLC, com sede nos EUA, por US $ 420 milhões.

Os recursos da venda “serão direcionados para aproveitar as oportunidades de crescimento que a empresa tem, por meio de subsidiárias operacionais em todas as regiões e que combinam fontes de energia renovável com a confiabilidade da geração térmica”, disse Celsia em comunicado.

No curto prazo, parte do dinheiro será usada para pagar dívidas, disse Celsia.

A Celsia, subsidiária da holding Grupo Argos, é proprietária das primeiras fazendas solares comerciais da Colômbia.

O país andino, com 70% de sua energia proveniente de energia hidrelétrica, está ansioso para atrair investimentos em energia eólica e solar.

“Nos próximos cinco anos, mais de 25% da capacidade instalada da Celsia na Colômbia virá de energia renovável não convencional”, disse o presidente da Celsia, Ricardo Sierra, em comunicado.

Os compradores da planta são a Prime Energia Colombia SAS e a Prime Colombia Barranquilla SAS, subsidiárias da EnfraGen, LLC, que é uma subsidiária do Glenfarne Group.

(Esta história corrige a usina de gás da usina de carvão no título e no primeiro parágrafo.)

Voltar ao Topo