Offshore

Comitê brasileiro abre leilão para a venda de direitos offshore de petróleo

Comitê brasileiro abre leilão para a venda de direitos offshore de petróleo

Um comitê do Senado brasileiro abriu caminho para o que pode ser um leilão recorde de direitos offshore de petróleo na terça-feira, aprovando um acordo do governo com a empresa petrolífera estatal Petroleo Brasileiro SA (Petrobras) para resolver uma disputa de anos. .

Espera-se também que todo o Senado vote mais tarde na terça-feira o projeto de lei sobre a divisão dos lucros do leilão de petróleo de “transferência de direitos”, agendado para novembro, mantendo uma câmara baixa do parlamento.

Sobre setor offshore e plataformas

Offshore é o nome comum dado às empresas e contas bancárias abertas em territórios onde há menor tributação (em comparação ao país de origem dos seus proprietários, e geralmente referidos como paraíso fiscal) para fins lícitos (mas, por vezes, ilícitos, quando estas ocultam a origem do dinheiro seja por crime ou corrupção). Essas empresas offshore também são chamadas de sociedade extraterritorial ou empresa extraterritorial.

Uma plataforma petrolífera pode ser de duas maneiras, em terra firme recebe o nome de plataforma “on-shore” e no mar recebe o nome de plataforma “off-shore” e é uma grande estrutura usada na perfuração em alto mar para abrigar trabalhadores e as máquinas necessárias para a perfuração de poços no leito do oceano para a extração de petróleo e/ou gás natural, processando os fluidos extraídos e levando os produtos, de navio, até a costa. Dependendo das circunstâncias, a plataforma pode ser fixada ao solo marinho, pode consistir de uma ilha artificial ou pode flutuar.

A Petróleo Brasileiro SA ( Petrobras)

Petróleo Brasileiro S.A. é uma empresa de capital aberto, cujo acionista majoritário é o Governo do Brasil, sendo, portanto, uma empresa estatal de economia mista.

Voltar ao Topo