Blog

Confira 10 dicas simples para reduzir o consumo de combustível do automóvel

Existe um fator importante para gastar menos com o posto de combustível: você, motorista. A forma de dirigir e utilizar o carro, bem como a manutenção dele, são fatores que fazem muita diferença. Confira dez dicas simples para fazer seu veículo rodar mais quilômetros com a mesma quantidade de combustível, com base em informações do Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária).

1 – Mantenha os pneus com calibragem correta

Não se esqueça de verificar a calibragem a cada 15 dias, sempre com os pneus frios. Pneus abaixo da pressão ideal aumentam a superfície de contato com o solo. Com isso, fazem com que o motor utilize mais energia para manter o carro rodando, elevando o consumo. Por outro lado, pneus cheios demais deixam o veículo muito “duro” e podem reduzir a vida útil de componentes da suspensão. Por isso, é importante consultar o manual do proprietário e verificar a pressão recomendada para os pneus – que, inclusive, pode variar de eixo para eixo e também de acordo com a quantidade de carga transportada.

2 – Verifique o alinhamento das rodas

Em média, a recomendação é checar o alinhamento a cada 10 mil quilômetros ou ao perceber que o veículo está “puxando” para um lado. Faça também o balanceamento dos pneus para evitar trepidações e manter o carro estável.

3 – Troque filtros e lubrificantes no prazo correto

Motor com lubrificação inadequada eleva o atrito de partes internas, resultando em consumo maior de combustível e, pior, danificando componentes. Cheque o nível do óleo do motor semanalmente e substitua o lubrificante no prazo e/ou na quilometragem recomendados no manual. O mesmo vale para filtros. O filtro de óleo, inclusive, deve ser substituído em cada troca do lubrificante.

4 – Fique de olho no arrefecimento

De acordo com o Cesvi Brasil, o sistema de arrefecimento do motor é dotado de válvula chamada termostática. Se apresentar problemas, ela pode travar na posição aberta, liberando a total passagem do fluido de arrefecimento para o radiador. Isso faz o motor trabalhar em temperatura abaixo da ideal. Assim, o sistema de injeção “entende” que o motor está frio, enviando mais combustível para a queima sem necessidade.

5 – Confira o estado de cabos e velas

Outro fator que impacta negativamente o gasto de combustível são velas e respectivos cabos em más condições. Esses componentes são essenciais para promover a queima ideal do combustível.

6 – Cheque o catalisador e o escapamento

Responsável por converter gases tóxicos resultantes da queima do combustível em água, gás carbônico e nitrogênio, o catalisador eleva o consumo e as emissões caso esteja danificado. Além disso, pode haver desprendimento de componentes internos do catalisador e do sistema de escape, obstruindo a saída dos gases. Isso faz a temperatura subir e também eleva o consumo.

7 – Dirija com suavidade

Frear mais bruscamente e atrasar a troca de marchas é algo que faz o carro gastar mais combustível. Acelere e freie de forma gradual e utilize o freio-motor nas reduções de velocidade. Além disso, descer ladeiras na “banguela” (com o câmbio em ponto-morto) não ajuda a economizar combustível e ainda por cima contribui para o desgaste prematuro dos freios.

8 – Leve apenas o necessário

Remova bagageiros e suportes de bicicleta quando estão fora de uso. Manter o porta-malas e a cabine cheios de coisas das quais você não precisa só faz aumentar o peso do veículo, exigindo mais do motor e fazendo o consumo subir.

9 – Abasteça com combustível de qualidade

Produtos usados para aumentar o volume do produto comercializado na bomba, como água, no caso do álcool, e solvente, no da gasolina, fazem o veículo perder rendimento e podem danificar uma série de componentes internos. Consequentemente, o sistema de injeção acaba colocando mais combustível no motor.

10 – Utilize o ar-condicionado corretamente

O ar-condicionado pode aumentar em 20% ou até mais o consumo de combustível, pois o compressor do equipamento é acionado por correia ligada ao motor. Nunca dirija com o ar ligado e os vidros abertos. Além disso, se não estiver muito quente, não coloque o resfriamento no máximo.

Voltar ao Topo