Empregos

Construções de termelétricas vão gerar 900 empregos

As licenças prévias para instalação de 10 usinas termelétricas de biomassa em Mato Grosso do Sul foram entregues na última sexta-feira (4) às empresas responsáveis pela construção das unidades. Elas utilizarão a produção de eucalipto do Estado para gerar energia elétrica. O ato aconteceu na sede do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) realizará os leilões dessas termelétricas de biomassa em 5 de fevereiro de 2016.

Com a construção desses empreendimentos, a previsão de empregos gerados durante o período de construção é de 900 vagas diretas. Na fase de operação, devem ser 250 empregos diretos.

Os grupos que receberam as licenças foram Guarany Energética, Eldorado, Florestas do Paraná Energia e Cia Positiva de Energia. Os empreendimentos vão exigir investimento de R$ 2,760 bilhões e o potencial de energia produzida é de 535,7 Megawatts. Esse total é o equivalente a quatro termelétricas geridas hoje pela Petrobras (TermoCeará – CE -, Bahia I – BA -, Rômulo Almeida – BA – e Celso Furtado – BA).

O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck, participou da entrega das licenças.

“Nos últimos 11 meses, nós trabalhamos na disseminação do Cluster Florestal, que nada mais é do que o aproveitamento ao máximo do potencial econômico oferecido pelo maciço florestal existente no Estado”, disse o titular da pasta.

Conforme informações de empresas do setor florestal e o governo do Estado, existem hoje 900 mil hectares de eucalipto plantados e antes das termelétricos de biomassa, o excedente era de 360 mil hectares. Além das produtoras de energia, a indústria de celulose, papel e MDF utilizam a matéria-prima.

As usinas também vão ajudar a gerar impostos para os municípios. Em Aparecida do Taboado serão três unidades (Tuiuiu, Sucuri e Onça Pintada); em Sonora, duas unidades (Água Bonita II e III); e em Ribas do Rio Pardo serão cinco (Guarany I, II e III, Nova da Mata I e II). As estimativas de recursos não foram divulgadas.

A previsão é que a geração de energia começará em janeiro de 2021.

Para saber de outras oportunidades na área clique  neste link – Vaga na área de Construção Civil. Siga também o Site O Petróleo no Facebook e participe do grupo O Petróleo.

Voltar ao Topo