Economia

Descubra como sacar R$ 498 do FGTS em fevereiro

Os saques imediatos e complementares do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ainda estão disponíveis para os trabalhadores. Quem já realizou a retirada de R$ 500 do fundo também poderá ter direito a um extra de até R$ 498.

Para garantir mais uma graninha, o trabalhador precisava ou precisa ter o limite máximo de R$ 998 na conta, até o dia 24 de julho de 2019. Se houver mais dinheiro no fundo, o limite de saque é mantido em R$ 500, sem nenhum adicional.

Quem possuía até R$ 998 na conta e não sacou os R$ 500 iniciais têm garantidos os R$ 998 a mais, por conta. Aqueles que tinham mais de R$ 998 e já sacaram R$ 500 não poderão sacar nenhum valor. Agora, quem tinha mais de R$ 998 na conta e não sacou nada, poderá sacar R$ 500.

Os valores estarão disponíveis para saque pelo trabalhador até 31 de março de 2020, terça-feira. As modalidades de saque foram liberadas em 2019, por meio de Medida Provisória, convertida em Lei 13.932 de 2019, que definiu uma nova regra para o saque-imediato.

Consultar os valores do FGTS?

Os valores disponíveis do saque de FGTS podem ser consultados pelo aplicativo App FGTS ou pelo Internet Banking da Caixa.

Como sacar o FGTS?

Todos os trabalhadores, independente de estarem ou não desempregados, podem sacar até R$500 de cada uma delas, limitado ao valor do saldo. Os recursos são garantidos desde que possuam contas ativas ou inativas do FGTS. Em 2019, o cronograma de pagamento foi dividido em dois calendários.

O primeiro foi para aqueles que possuem conta poupança na Caixa, sendo realizado o crédito automático em conta. O segundo foi por meio dos canais de atendimento, de acordo com a data de nascimento. Com o fim do calendário, todos podem sacar seus recursos.

Canais de saque do FGTS

Com o objetivo de facilitar a vida do trabalhador brasileiro, a Caixa disponibiliza quatro alternativas de saque do FGTS. Confira abaixo:

  • Casas Lotéricas

Nas casas lotéricas, é possível realizar o saque de até R$ 100, utilizando documento de identificação válido e com foto. Saques de até R$ 998 carecem de documento de identificação válido, Cartão Cidadão e senha.

  • Terminais de autoatendimento

Por meio dos terminais de autoatendimento, o trabalhador consegue sacar valores de até R$ 998. Para isso, basta estar munido de Cartão Cidadão e senha do mesmo.

  • Correspondentes Caixa Aqui

Nos correspondentes Caixa Aqui, é possível que o cidadão saque qualquer valor, limitado a R$ 998. O acesso necessita de documento de identificação válido, Cartão Cidadão e Senha do Cartão.

  • Agência

Por fim, nas agências da Caixa Econômica Federal (CEF) é possível sacar qualquer valor, de até R$ 998,00​. O interessado deve ir ao banco munido de documento de identificação válido.

*Dica do Edital: Em todos os casos, é importante ir ao local de saque com a Carteira de Trabalho. Os dados informados no documento ajudam a agilizar o atendimento.

Voltar ao Topo