Óleo e Gás

Ecopetrol irá otimizar a busca por hidrocarbonetos com drones

A Ecopetrol usará drones subaquáticos autônomos para obter informações relacionadas às variáveis ​​físico-químicas da extensa área do Caribe colombiano.

Esses drones subaquáticos serão responsáveis ​​pela exploração oceanográfica e geoquímica do mar, a fim de otimizar a busca por hidrocarbonetos de Ecopetrol no oceano. Os drones entrarão em operação entre agosto e dezembro,  meses em que as condições climáticas são mais favoráveis ​​à navegação nas proximidades da península de La Guajira.

Desde o seu surgimento no início de 2000, esses sistemas não tripulados abriram novas possibilidades para observação e monitoramento oceânico. A tecnologia permitiu que os dados fossem coletados durante semanas ou meses, como a medição de correntes, temperatura, salinidade, pressão, concentrações de componentes como oxigênio dissolvido, matéria orgânica dissolvida e clorofila, em grandes áreas e profundidades significativas da coluna de água.

As variáveis ​​analisadas são importantes na perfuração no mar, pois contribuem para identificar e reduzir os riscos nas operações de petróleo. Eles também permitem a detecção de vazamentos de óleo natural, que são indicadores de áreas com alto potencial, e realizam monitoramento acústico durante operações sísmicas.

Ecopetrol vai usar quatro drones, dois para a operação e os outros dois serão utilizados para retransmitir drones vela em uma área de 10,000 km 2 em uma coluna de água de até a 1.000 metros de profundidade.

Voltar ao Topo