Notícias

Eletrobras entra no sistema de desinvestimentos e venderá ativos

Se espelhando na petrolífera brasileira, Petrobras, a Eletrobras pretende realizar novas vendas de ativos de geração e transmissão no 2º semestre, em um modelo semelhante ao da Petrobras em seus desinvestimentos, segundo o presidente da maior companhia de energia elétrica da América Latina, Wilson Ferreira Jr.

Wilson Ferreira Jr afirmou que a sistemática de desinvestimentos deve ser aprovada pelo conselho de administração da estatal no final deste mês, com estimativa para divulgação dos detalhes sobre a operação ao mercado em junho. As ações listadas neste planejamento são participações da Eletrobras em 45 SPEs (Sociedades de Propósito Específico), sendo a maioria delas pertencente ao setor de energia eólica.

A empresa colocara ativos que não estão encontrando compradores em leilão realizado em setembro de 2018. Foram vendidos 11 lotes de ativos no valor de R$ 1,29 bilhão, quando o intuito era vender 18 lotes por cerca de R$ 3,1 bilhões.

A Eletrobras – Centrais Elétricas Brasileiras S.A. é uma sociedade de economia mista e de capital aberto sob controle acionário do Governo Federal brasileiro e atua como uma holding, dividida em geração, transmissão e distribuição, criada em 1962 para coordenar todas as empresas do setor elétrico.

A empresa que recentemente declarou triplicação de seus lucros líquidos se comparado ao ano de 2018 divulgou arrecadação de R$ 1,347 bilhão ante os R$ 484 milhões do ano passado. O avanço em lucro liquido esteve ligado as vendas realizadas pela estatal, além da desestatização de seis subsidiárias da companhia.

Voltar ao Topo