Offshore

Equinor e Total para explorar petróleo e gás na costa do Sri Lanka

De acordo com vários relatos da mídia, o governo do país assinou na terça-feira um contrato de exploração marítima de dois anos com a francesa Total e a Equinor da Noruega.

As duas empresas explorariam petróleo e gás nos blocos de águas profundas JS5 e JS6 na Bacia do Ceilão, na costa leste do país.

Total será o operador, e a Equinor terá 30% de participação. A Equinor confirmou a assinatura da Offshore Energy Today via e-mail.

Um porta-voz da Equinor disse: “A Equinor tem o prazer de ter aderido à parceria com a Total em relação a este acordo de estudo conjunto. Estamos ansiosos para colaborar com o operador e o governo do Sri Lanka para entender melhor o potencial geológico nesta área.

“Ainda é cedo para comentar sobre o potencial geológico do petróleo e do gás no Sri Lanka, mas este acordo conjunto ajudará a aumentar nosso conhecimento sobre o potencial geológico”, disse o porta-voz.

De acordo com as informações disponíveis, a Total em 2016 assinou um acordo para prosseguir com as pesquisas nos blocos offshore JS5 e JS-6 ao largo da costa leste, mas não está claro qual progresso, se algum, foi feito até agora.

Entramos em contato com a Total e com o governo do Sri Lanka, buscando mais informações sobre o negócio e sobre o programa de trabalho esperado. Vamos atualizar o artigo se recebermos alguma resposta.

Enquanto isso, o Ceylon Today citou a diretora-geral da Secretaria de Desenvolvimento de Recursos de Petróleo, Vajira Dassanayake, que disse que as duas empresas podem realizar uma pesquisa sísmica em 3D e perfurar alguns poços no ano que vem.

Voltar ao Topo