Óleo e Gás

Equinor faz primeira descoberta no norte de Carcará

A Equinor fez sua primeira descoberta na área de Norte de Carcará, no pré-sal da Bacia de Santos. Os indícios de petróleo foram encontrados pela sonda West Saturn durante a perfuração do poço 3-EQNR-1-SPS, em lâmina d’água de 2,052 mil m.

O registro foi feito pouco mais de dois meses depois do início de perfuração do poço, o primeiro de uma operadora não-Petrobras perfurado em área sob regime de partilha da produção.

Norte de Carcará foi arrematado no segundo leilão do pré-sal, em outubro de 2017. Seus reservatórios se estendem para o bloco BM-S-8 – também operado pela Equinor –, onde o prospecto de Carcará foi descoberto em 2012.

Em julho deste ano, a petroleira norueguesa informou à ANP a descoberta de indícios de petróleo no bloco, no poço 1-STAT-10A-SPS, em lâmina d’água de 1,990 m.

Ouro Preto, PGN e Rosneft

Em 18 de outubro, a Ouro Preto reportou indícios de gás natural no bloco PN-T-114, adquirido na 11ª rodada da ANP, em 2013. O ativo está localizado na Bacia do Parnaíba.

No dia 9 de novembro, foi a vez da PGN registrar uma descoberta de gás no bloco PN-T-102, que fica na mesma bacia.

Menos de duas semanas depois, a Rosneft reportou indícios de gás natural no bloco SOL-T-170, na Bacia do Solimões, no estado do Amazonas.

A descoberta da Equinor no Norte de Carcará foi comunicada em 26 de novembro, de acordo com a ANP. (Fonte)

Voltar ao Topo