Gás Natural

Equinor obtém autorização para usar sonda Transocean para perfuração

A Equinor, principal petrolífera norueguesa, recebeu o consentimento do órgão de segurança offshore, a Autoridade de Segurança do Petróleo (PSA), para a perfuração de exploração no Mar da Noruega usando a plataforma Transocean Spitsbergen.


O poço, designado 6507 / 3-13, está localizado na licença de produção 159B no Mar da Noruega, onde a Equinor é o operador. A Equinor detém uma participação de 85%, enquanto os 15% restantes são de propriedade da Ineos E & P Norge.

Anunciando seu consentimento para o poço na segunda-feira, o órgão de segurança offshore disse que a perfuração estava prevista para começar no início de fevereiro de 2019 e duraria 81 dias em uma profundidade de água de 368 metros.

O observatório offshore acrescentou que o poço estava localizado a 13 quilômetros a oeste do campo de Norne.

O poço de exploração será perfurado pela Transocean Spitsbergen, uma plataforma de perfuração móvel semi-submersível do tipo Aker H-6e, de propriedade e operada pela Transocean Offshore.

A sonda foi construída no estaleiro Aker Stord em 2009, está registrada nas Ilhas Marshall e classificada pela DNV GL. A sonda foi emitida com um Reconhecimento de Conformidade (AOC) pelo PSA em novembro de 2012.

A última vez que a Offshore Energy Today informou sobre a plataforma foi quando a Norwegian Petroleum Directorate concedeu à Equinor uma licença de perfuração para um poço pioneiro no Mar do Norte.

A perfuração do gato selvagem usando o Spitsbergen Transoceânico foi planejada para começar em dezembro de 2018 e duraria 35 dias ou 52 dias se uma descoberta fosse feita.

Voltar ao Topo