Offshore

Exxon vende negócios noruegueses por US $ 4 bilhões

Tem sido amplamente divulgado nos últimos meses que a ExxonMobil procura vender todos os seus ativos na Noruega, onde detém interesses em mais de 20 campos de produção de petróleo e gás não operados e operados por terceiros, já que a empresa está trabalhando para atender sua meta de desinvestimento de US $ 15 bilhões.

Em 2017, a empresa vendeu suas participações nos campos operados pela ExxonMobil, Balder, Jotun Ringhorne e Ringhorne East para a Point Resources.

Segundo relatos, a empresa dos EUA concordou em vender os ativos restantes para a Var Energi, empresa criada recentemente por meio de uma fusão entre a Eni Norway e a Point Resources.

A Reuters disse que o preço acordado para os negócios noruegueses pode chegar a US $ 4 bilhões. O site de notícias norueguês Dagens Naeringlsiv também informou sobre o suposto acordo, colocando a estimativa de preço entre US $ 4 bilhões e US $ 4,5 bilhões.

A aquisição dos negócios noruegueses da Exxon fará da Vår Energi a segunda maior empresa da plataforma continental norueguesa, com uma produção entre 300.000 e 350.000 barris por dia, informou o site de notícias norueguês.

A imprensa entrou em contato com a Var Energi, buscando confirmação dos relatórios. O porta-voz da empresa disse: “Por uma questão de prática, não comentamos os detalhes de acordos comerciais”.

Conforme relatado anteriormente, a empresa de inteligência energética Rystad Energy informou em junho que, em 1º de janeiro de 2019, a ExxonMobil controlava 530 milhões de barris de óleo equivalente na Plataforma Continental Norueguesa. O ativo mais valioso da empresa é sua participação no campo de Snorre, no valor de quase US $ 700 milhões, disse Rystad.

De acordo com o site da Exxon Norwegian Business, a ExxonMobil é a empresa de energia mais antiga da Noruega – criada em 1893.

Voltar ao Topo