Obras e Paradas

Grande parada de manutenção da CSN vai contratar 1 mil profissionais de variadas áreas

A comissão da prefeitura de Volta Redonda, formada pelos secretário municipal, Joselito Magalhães (Desenvolvimento Econômico e Turismo) informou  que a CBSI vai contratar, até julho, cerca de mil profissionais, que vão trabalhar em serviços de manutenção nos altos-fornos da CSN.

A comissão  recebeu a informação durante a visita às instalações da CBSI. A equipe foi recepcionada pela Gerente de RH, Patrícia Flôres e os diretores Cássio Zanforlin e Rodrigo Moreira que apresentaram as novas instalações da empresa, indicadores de resultados, programas de capacitação, além do plano de expansão para os próximos anos.

Como uma das maiores empregadores do município, a CBSI tem buscado gerar novas oportunidades de trabalho e também de qualificação profissional para quem já está na empresa — destacou o Diretor Administrativo e Financeiro, Cássio Zanforlin, antecipando a expectativa de cerca de mil novas contratações até o mês de junho.

A CBSI tem sede em Volta Redonda; foi fundada em 2011 e já está presente nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Ceará.

Jovem aprendiz

Durante a reunião foi apresentado o programa de Jovem Aprendiz, importante para aqueles jovens que buscam o primeiro emprego. Além disso, a CBSI irá contribuir com palestras e orientação para as pessoas que procuram o Sine e tem dificuldade de fazer um currículo ou participar de uma entrevista de emprego. Com certeza essa parceria irá contribuir para aqueles que sentem insegurança durante o processo seletivo.

— Esta foi uma visita que faz parte do nosso programa de conhecer as empresas que trabalham por uma Volta Redonda com mais empregos e sustentabilidade.  A CBSI é uma grande empresa geradora de empregos e formação de mão de obra. É bom as pessoas já irem se preparando porque teremos muitas oportunidades — orientou o secretário Joselito Magalhães.

— A nossa empresa tem uma saúde financeira muito bem equilibrada. Vamos buscar serviços integrados junto com a prefeitura e expandir a nossa participação no mercado. Antes, a gente não tinha esta segurança para investir no município, segurança que nos foi dada com a nova gestão — reafirmou o diretor Cássio Zanforlin.

O Pólo Metal Mecânico está no interesse da empresa de desenvolver este trabalho: “Em vez de trazer mão de obra de fora, de outros estados, vamos qualificar o pessoal daqui de Volta Redonda, prepará-los para o novo mercado. Vamos investir no RH, alavancar os recursos humanos”, comparou Cássio.

Voltar ao Topo