Notícias

Hackers invadem o site da ABDAN prejudicando inscrições da WNU

Hackers invadem o site da ABDAN prejudicando inscrições da WNU

A ABDAN (Associação Brasileira de Desenvolvimento das Atividades Nucleares) teve nos últimos dias o site da associação invadido por hackers que roubaram todas as informações e estão exigindo um pagamento em Cripto Moedas para devolver as informações. Na invasão as inscrições realizadas até o presente dia e as iniciativas para a organização do evento da WNU em Brasília, que vai ser realizado entre 2 e 5 de junho também foram apagadas.

A Associação pede para que todos que já realizaram a inscrição no evento, cadastrem-se novamente através do site. O Presidente da ABDAN, Celso Cunha, foi surpreendido com a informação esta manhã: “ Com certeza, foi uma surpresa. Não esperávamos isso. Mas quero dizer também que não vamos negociar com esses criminosos. A ABDAN não está disposta a fazer qualquer pagamento. Vamos trabalhar para retomarmos a normalidade o mais rápido possível e também melhorarmos o nível de segurança de nossas informações. Aproveito para pedir que todas as pessoas que já haviam feito as inscrições para a WNU, façam novamente suas inscrições.”

O minicurso da WNU sobre “A indústria nuclear mundial hoje” foi elaborado para melhorar o conhecimento dos participantes sobre o status da energia nuclear no mundo atual e seu desenvolvimento. O curso também tem como objetivo estimular os participantes a continuarem suas carreiras  neste campo que está  em expansão em todo mundo. Além de ter melhor conhecimento sobre energia nuclear no mundo de hoje, os participantes terão acesso as habilidades e experiências locais que se encaixam no quadro nuclear global. Terá uma perspectiva  para desenvolver uma visão de onde a indústria pode ir no futuro e fazer um Networking com profissionais nucleares do Brasil  e com especialistas internacionais.

A World Nuclear University (WNU) é uma rede que foi criada em 2003 no 50º aniversário da iniciativa “Atoms for Peace”, do presidente dos EUA Dwight D. Eisenhower, e é reconhecida como uma “Parceria para o Desenvolvimento Sustentável” pela Comissão de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Voltar ao Topo