Petróleo

Industria de petróleo do Irã admite sanções dos EUA

Industria de petróleo do Irã admite sanções dos EUA

A indústria petrolífera do Irã está ficando para trás por causa das sanções dos EUA, mas Teerã resistirá, informou a mídia iraniana, citando o ministro do Petróleo, Bijan Zanganeh, na terça-feira.

“As condições no Irã são de uma maneira que a cada poucos anos a indústria do petróleo recebe um golpe mortal e as sanções econômicas podem ser consideradas uma daquelas”, disse Zanganeh, conforme divulgado pela agência de notícias semi-oficial Mehr.  

“Isso levou a indústria de petróleo do Irã a ficar para trás em relação à posição e espaço internacionais, mas resistiremos nessa área”, acrescentou Zanganeh, segundo a agência.

As sanções dos EUA à indústria e exportações de petróleo  reduziram significativamente as exportações de petróleo do Irã, já que os Estados Unidos terminaram em maio todas as isenções para todos os compradores de petróleo do Irã e estão atrás de alguém que lide com o petróleo iraniano.

O Irã continua exportando petróleo, especialmente para a China, mas aumentou drasticamente o sigilo de como envia esse petróleo para o exterior e diz que está usando todos os meios possíveis para exportar seu petróleo.

Neste fim de semana, disse Zanganeh, divulgado pela mídia iraniana: “Usaremos todas as formas possíveis para exportar nosso petróleo e não sucumbiremos à pressão dos Estados Unidos porque exportar petróleo é um direito legítimo do Irã”. 

Também neste fim de semana, o Irã disse que a China National Petroleum Corporation (CNPC) havia se retirado do desenvolvimento da Fase 11 do gigante campo de gás natural de South Pars, um grande golpe para a indústria de petróleo e gás do Irã.

No ano passado, o total da França havia encerrado o projeto por causa das sanções dos EUA, deixando a CNPC o único participante estrangeiro em South Pars 11.

Com a CNPC agora também saindo, serão os Petropars do Irã que desenvolverão o projeto sozinhos, disse Zanganeh.

Comentando a retirada da Total e da CNPC, Zanganeh disse : “Eles o fizeram de maneira amigável e não tivemos disputas com eles a esse respeito. As sanções criaram uma atmosfera na qual eles não podiam e não queriam permanecer no contrato. ”

Voltar ao Topo