Energia

Investimentos em energia solar promovem desenvolvimento profissional

Os investimentos maciços do setor de energia solar no Brasil estão levando a uma grande diversificação do mercado e a um aumento na demanda por cursos de formação profissional.

    De acordo com um relatório recente publicado pela agência de consultoria Bloomberg New Energy Finance, o país sul-americano deverá receber quase 100 bilhões de dólares em investimentos no setor de energia até 2040. Levando em conta os compromissos assumidos pelo governo brasileiro no âmbito da Também no acordo climático de Paris, essas injeções de capital podem levar à criação de muitos empregos no setor.

 “O mercado está investindo maciçamente em energia solar, com uma grande expansão desde 2014”, disse Luis Gustavo, diretor de treinamento da LGL Solar, empresa fundada em 2015 para ajudar profissionais que desejam trabalhar e ser competitivos neste setor. A LGL oferece cursos teóricos e práticos curtos em 25 disciplinas diferentes, desde o projeto até a instalação de sistemas de energia solar, e também oferece módulos de software on-line para ex-alunos.

    O gerente está focado em 2020, cuja empresa participará da feira de energia renovável Ecoenergia, que acontece de 14 a 16 de abril em São Paulo e é organizada pela Cipa Fiera Milano. “É um evento em que poderemos conhecer empresários e produtores e que ajuda na criação de negócios e empresas e na promoção do mercado de energia solar”, acrescentou Gustavo.

    A feira é uma maneira útil para a LGL mostrar seus projetos para 2020, que incluem o lançamento de um novo curso online avançado e a abertura de novas filiais, principalmente no nordeste, a região menos desenvolvida do Brasil.
    “Até agora nos concentramos nas capitais dos estados. Agora estamos indo para o interior”, explicou.
    “Queremos encontrar estudantes onde haja mais sol”.

Voltar ao Topo