Offshore

Investimentos em perfuração de poços somarão R$ 3,3 bi em 2019

Os investimentos das petroleiras em perfuração de poços exploratórios de óleo e gás no Brasil alcançarão R$ 3,275 bilhões em 2019, de acordo com dado divulgado nesta quinta-feira (5) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Os recursos são destinados à perfuração de 39 poços exploratórios no país este ano.

Os dados fazem parte das previsões anuais sobre atividades de exploração de petróleo e gás natural para 2019, que ficarão disponíveis na página da agência reguladora na internet. Também estão disponíveis desde 1º de agosto as previsões anuais sobre as atividades de desenvolvimento e produção de petróleo e gás para os próximos cinco anos.

Os dados que ficarão disponibilizados permanentemente pela ANP refletem informações declaradas pelas operadoras nos contratos de exploração e produção firmados com o órgão regulador.

Além dos dados sobre perfuração de poços exploratórios, também foram divulgadas nesta quinta-feira informações sobre aquisição de dados sísmicos 2D e 3D. Ao todo estão previstos 240 km de levantamentos sísmicos 2D, com investimento total de R$ 6 milhões, e 9.639 km2 de levantamentos sísmicos 3D, com investimentos da ordem de R$ 216,3 milhões.

Segundo a ANP, o objetivo da divulgação é fornecer, às empresas de serviços, projeções que auxiliem na programação e planejamento de investimentos e atividades, diante do cenário de retomada do setor de petróleo e gás brasileiro, que resultará em aumento da produção e da demanda por serviços nos próximos anos.

Voltar ao Topo