Empregos

Klabin contrata mecânico, montador, soldador, caldeireiro, eletricista e ajudante

Somente no segundo semestre de 2019 já foram contratados quase 4 mil trabalhadores para a obras, a maior parte na região

As Agências do Trabalhador de Telêmaco Borba, Imbaú e Ortigueira já estão realizando a segunda etapa de recrutamento para as vagas de emprego para a ampliação da fábrica da Klabin em Ortigueira, nos Campos Gerais. A intermediação das vagas pelas agências são de responsabilidade da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, em parceria com as prefeituras. Até o momento já foram contratados cerca de 3,7 mil trabalhadores para a obra, sendo que 50% dos recrutados residem na região de Ortigueira, onde está sendo realizada a construção.

As novas vagas são para as seguintes funções como carpinteiro, armador de ferro, mecânico de montador, de manutenção, ajustador, soldador, caldeireiro, eletricista industrial e ajudante. O recrutamento será feito também nos municípios da região de Ortigueira e distritos próximos com o ônibus da Agência do Trabalhador Itinerante. “Mais uma oportunidade para quem tem interesse em se candidatar às vagas disponíveis, o ônibus itinerante irá até os distritos próximos para recrutar trabalhadores que não têm condição se deslocar até uma agência do trabalhador”, explicou o secretário da Justiça, Família e Emprego, Ney Leprevost.

A ação em parceria com a Klabin atende determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior e do secretário Ney Leprevost para um formato pró-ativo de captação de vagas a serem intermediadas pelas Agências do Trabalhador. Desde o início da gestão, os técnicos do Departamento Estadual do Trabalho já realizaram reuniões com diversas empresas e em vários municípios com o objetivo de aumentar a oferta de vagas de empregos e acelerar a recolocação dos trabalhadores. Além da Klabin, outras grandes empresas firmaram parceria com a Secretaria de Justiça, Família e Trabalho para utilizar a seleção das Agências do Trabalhador do estado em seus processos de contratação de pessoal.

Investimento na nova planta fabril supera os R$ 9 bi

A Klabin realizará um investimento total de R$ 9,1 bilhões no município, para a segunda fase do Projeto Puma. Construído no mesmo terreno onde está instalada a fábrica de celulose (fase 1), o aporte será para a produção de papel. No pico das obras, a companhia prevê que até 11 mil pessoas trabalharão no local. O início da produção nesta primeira fase está agendado para 2021. “A preparação das Agências em captar a mão de obra para gerar emprego e renda na região, de forma a ajudar também na economia do Estado, é de extrema importância”, afirma o diretor da Klabin, Sales Bueno. “Essa parceria consolidada com o Governo vai ajudar no crescimento da indústria e no desenvolvimento do Paraná”.

Veja os Comentários

deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Topo