Petróleo

Majors do petróleo recolhem blocos muito quentes em leilão recorde no Brasil

ExxonMobil, Chevron, Shell, BP e Total ganharam blocos de exploração de petróleo no exterior do Brasil na primeira das três rodadas de licitações deste ano, que alcançaram um valor total recorde de bônus de assinatura.

A 16 ª licitação de concessão de óleo redonda realizada na quinta-feira levantou um total de US $ 2,17 bilhões (8,9 bilhões de reais) em bônus de assinatura, um recorde para as rondas de concessão no Brasil, o regulador de petróleo ANP disse em um comunicado.

O regulador espera que a rodada de licitações resulte em investimentos de pelo menos US $ 385 milhões (R $ 1,58 bilhão) apenas na primeira fase de exploração e desenvolvimento.

De acordo com os resultados da rodada que o regulador de petróleo brasileiro divulgou após o leilão de hoje, Total, Shell, ExxonMobil, Chevron, Petrobras, Petronas e Repsol ganharam blocos como operadores na bacia de Campos. A Shell venceu dois blocos como operadora na bacia, principais consórcios compostos pela QPI Brasil e Chevron. A Repsol também ganhou dois blocos – um por si só e outro em parceria com a Chevron.

Além da participação minoritária em blocos a serem operados pela Shell e Repsol, a Chevron ganhou um bloco como operador em um consórcio na bacia de Campos e outro bloco na bacia de Santos. Apenas dois quarteirões da bacia de Santos receberam ofertas e um foi para a Chevron, que o operará em um consórcio, enquanto o outro foi preso pela BP.

Doze dos 36 blocos offshore foram premiados, disse o regulador de petróleo do Brasil, observando que onze empresas de nove países fizeram ofertas e dez desses blocos adquiridos.

A maior oferta do leilão foi feita para o bloco CM-541 na bacia de Campos pelo consórcio vencedor da Total, Petronas e QPI Brasil – eles oferecem US $ 1,05 bilhão (4,3 bilhões de reais) – o maior bônus de assinatura já pago por um bloco nas rodadas de concessão, disse o regulador.

O ministro de Minas e Energia do Brasil, Bento Albuquerque, disse que o leilão positivo hoje sinaliza que as outras duas rodadas de licitações também serão bem-sucedidas. Brasil vai realizar em novembro a chamada transferência de direitos de leilão, o leilão de petróleo mais novo, que tem atraído o interesse de grandes empresas de petróleo , bem como a 6 ª rodada na área do pré-sal.

Voltar ao Topo