Offshore

Mercado offshore brasileiro deverá expandir nos próximos anos; saiba curiosidades do ramo

Foto: Reprodução/ Crane Brasil

Segundo  pesquisas anuais realizadas pelo  Instituto Brasileiro do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (IBP) a exploração de petróleo e gás brasileiro no ramo offshore deverá expandir cerca de US$ 50 bilhões nos próximos anos. A pesquisa foi realizada pelo instituto durante o segundo semestre do ano de 2018 na qual acredita no dobro de produção deste mercado.

O mercado offshore veio se destacando durante os últimos anos principalmente após descobertas do Pré-Sal em solo brasileiro, a través disso foram instaladas diversas plataformas em todo o país na qual resultou em uma grande oportunidade de emprego e de investimentos em negócios do ramo. Um outro fator que destacou este mercado é a sua fácil oportunidade de expansão de forma ágil.

O termo offshore vem da expressão em inglês que significa afastado da costa, logo as atividades em exploração de petróleo tem esta forma para novas descobertas. O Brasil teve uma significante evolução no segmento por conta dos avanços tecnológicos. Para atuação neste setor é necessário conhecer algumas  atenções para que não aja nenhum risco na execução de suas atividades.

De acordo com relatório da Agência Nacional do Petróleo  (ANP) , cerca de 60% de plataformas exploradoras foram multadas por negligências operacionais, então a segurança é um fator indispensável para esta execução. Por ser um trabalho mundialmente conhecido, é recomendável que o profissional deste ramo tenha um outro idioma  em seu vocabulário. Atualmente as principais empresas  de petróleo, energia e gás no Brasil requisita de seus profissionais outros idiomas em seu currículo, em especial o inglês.

Um outro fator é saber que em algum momento você não poderá contar com uma rede de suporte, mesmo  os trabalhadores podendo manter contato com cônjuges, filhos e outras pessoas por meio de telefone e internet, poderá acontecer de esta comunicação não ocorrer pelo fator localização, mesmo o segmento contando com um ótimo acesso á internet por redes sem fio, algumas coisas não poderão ser realizadas durante as atividadesentão é necessário que o profissional atente-se a isto.

A maioria dos cargos do ramo offshore exige do profissional uma maior disposição física, contando com uma carga horária de cerca de 9 horas trabalhadas, o profissional poderá sentir dificuldades ao iniciar as atividades, além de fatores como  instalações e ruídos serem seus maiores rivais durante o processo.

Tendo em vista todas as considerações realizadas, com o crescimento e conhecimento a cerca do ramo offshore é desejado que o profissional a cada dia busque a sua capacitação, para que participe da automatização das tarefas e assim expanda profissionalmente junto com o mercado offshore.

Voltar ao Topo