Óleo e Gás

Oferta da Petrobras LSFO gera temores de extensão na Europa

A brasileira Petrobras está oferecendo 50 mil toneladas de 0,6% de óleo combustível com baixo teor de enxofre do Brasil para entrega na Europa durante a primeira década de novembro, disseram traders de combustíveis.

A carga da Petrobras, a maior refinadora do Brasil, não é uma boa notícia para a LSFO européia após um período de demanda constante no Mediterrâneo, já que essa carga adicional aumentará a distância na Europa.

“Esta é a última coisa que queremos na Europa”, disse um trader de óleo combustível.

O mercado de LSFOs se estreitou durante setembro e início de outubro, enquanto o Mediterrâneo continuava a exigir 1% de óleo combustível para as concessionárias, mas traders esperam que isso diminua nas próximas semanas, à medida que a demanda estendida de ar-condicionado no verão diminuir.

“O mercado parece ter excesso de oferta agora, todas as principais refinarias estão voltando da manutenção, a demanda de verão acabou”, disse um segundo trader de óleo combustível.

A carga de 0,6% de enxofre da Petrobras provavelmente vai para o pool de mistura, e um possível destino pode ser o hub de mistura de Algeciras, disse uma fonte.

No inverno passado, o mercado europeu de LSFO se beneficiou de alguma demanda adicional não-UE da Petrobras do Brasil para suprir uma queda nas necessidades devido a uma seca. Isso combinado com a manutenção em uma importante instalação de importação de GNL exigiu importações de petróleo para geração de energia, já que 70% da eletricidade do Brasil é hidrelétrica.

A Petrobras não pôde ser contatada para comentar a confirmação da carga ou o propósito da exportação.

Voltar ao Topo