Petróleo

Opep deve manter cortes para reduzir estoques globais, diz fonte

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) deve revisar suas projeções sobre o equilíbrio entre a oferta e demanda global por petróleo e manter os cortes de produção durante sua reunião em abril, disse uma fonte do setor de petróleo de um país do Golfo nesta segunda-feira.

“Eles conversarão sobre o equilíbrio de oferta e demanda e irão continuar cortando (produção)”, disse a fonte, nos bastidores da conferência do setor de energia CERAWeek, promovida pela IHS Markit em Houston, nos Estados Unidos.

“Queremos ver os estoques comerciais caindo”, disse a fonte, acrescentando que os estoques globais e petróleo e derivados deveriam voltar para parto da média de cinco anos, um alvo que o grupo estabeleceu para reduzir o excesso mundial de oferta.

A Opep e aliados, incluindo a Rússia –conhecidos como a aliança Opep+–, se reunirão nos dias 17 e 18 de abril em Viena, com outro encontro marcado para 25 e 26 de junho.

O ministro do petróleo da Arábia Saudita, Khalid al-Falih, disse à Reuters no domingo que é cedo demais para mudar a política de produção do grupo na reunião de abril e que a China e os EUA devem liderar a demanda mundial por petróleo neste ano.

A Arábia Saudita, maior exportadora mundial de petróleo, planeja reduzir suas exportações do produto em abril para menos de 7 milhões de barris por dia, em relação aos 7,2 milhões de barris de janeiro, mantendo a produção bem abaixo de 10 milhões de barris diários, à medida que busca drenar o excesso de oferta e sustentar os preços da commodity.

Fonte: Reuters
Voltar ao Topo