Offshore

P-68 FPSO pronto para implantação na Bacia de Santos

P-68 FPSO pronto para implantação na Bacia de Santos

A embarcação flutuante de produção, armazenamento e descarga (FPSO) da nova construção P-68 deixou o estaleiro e será implantada nos campos de águas ultraprofundas de Berbigão e Sururu, na Bacia de Santos, Brasil, anunciou a construtora Sembcorp Marine.

A embarcação foi construída pela Estaleiro Jurong Aracruz (EJA), subsidiária integral da Sembcorp Marine, no Brasil, para a Tupi BV, um consórcio formado pela Petrobras Netherlands BV (PNBV), Total Brazil Services BV, BG Gas Netherlands Holdings BV (Shel ”) e Galp Sinopec Brazil Services BV (Petrogal).

Medindo 316 metros de comprimento e 54 metros de largura, a P-68 produzirá até 150.000 barris de petróleo por dia (BOPD). Possui capacidade de armazenamento de 1,6 milhão de barris e pode acomodar 154 pessoas.

O escopo de trabalho do EJA P-68 inclui a fabricação de seis módulos, racks para tubos e flare, e a integração no navio junto com outros itens de emissão livre. Também executou obras de transição no casco do FPSO, que foi construído por outro estaleiro. O projeto foi o primeiro projeto de fabricação e integração de módulos FPSO da EJA.

Após a P-68, a EJA concluirá o projeto de fabricação e integração de módulos P-71 FPSO para a Tupi BV

A Bacia de Santos

A Bacia de Santos é uma bacia sedimentar localizada na plataforma continental brasileira. Limita-se a norte com a Bacia de Campos, através do Alto de Cabo Frio e, a sul, com a Bacia de Pelotas através do alto de Florianópolis. Estende-se, portanto, desde o litoral sul do estado do Rio de Janeiro até o norte do estado de Santa Catarina, abrangendo uma área de cerca de 352 mil quilômetros quadrados até a cota batimétrica de 3000 m. É uma bacia de margem divergente, formada com a abertura do Atlântico Sul, que se iniciou no Cretáceo Inferior.

Em outubro de 2018 a Bacia de Santos era a maior produtora brasileira, tanto de petróleo quanto de gás natural, com uma produção diária de, respectivamente, 1,303 milhões de barris de óleo e 59,24 milhões de metros cúbicos de gás, totalizando 1,675 milhões de barris de óleo equivalente, através de 10 campos petrolíferos, descobertos pela Petrobras, que é também a principal cia operadora. Estes campos estão localizados desde águas rasas até águas ultra-profundas, sendo a maior produtora brasileira, com 50% de participação da produção nacional de petróleo e 51% de participação da produção nacional de gás natural .

Voltar ao Topo