Biocombustíveis

Petrobras armazena LSFO na Malásia e Cingapura

A Petrobras começou a estocar óleo combustível com baixo teor de enxofre na Malásia e Cingapura quando a data de início em 1 de janeiro se aproxima de novos regulamentos globais sobre o enxofre para combustíveis marítimos.

A Petrobras não é um fornecedor registrado de bunkers em Cingapura, o maior porto de bunkers do mundo, mas seu escritório comercial em Cingapura vende o óleo residual a fornecedores registrados locais. A Malásia serve como um centro de armazenamento e transbordo para residências antes de ser reexportada, geralmente para Cingapura e China. As exportações combinadas de óleo combustível do Brasil para Cingapura e Malásia nos primeiros oito meses de 2019 aumentaram 19pc para 47.247 b / d, em comparação com 39.723 b / d durante o mesmo período de 2018, de acordo com dados da empresa de análise de óleo Vortexa.

A produção típica de óleo combustível da Petrobras tem 0,6-0,8pc de teor de enxofre, que a empresa pode facilmente misturar para atender ao limite de 0,5pc de enxofre. A empresa anunciou que, a partir de 1º de outubro, reduzirá o teor de enxofre do óleo combustível que vende para abastecimento no Brasil para 0,5pc, em preparação para as novas regras.

A produção brasileira de óleo combustível residual da Petrobras caiu 7pc para 182.340 b / d nos primeiros sete meses do ano, em comparação com 194.348 b / d durante o mesmo período de 2018, de acordo com a Agência Nacional Brasileira de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A produção anual de óleo combustível residual das refinarias brasileiras da Petrobras caiu para o nível mais baixo nos últimos 19 anos em 2018 para 184.668 b / d. A produção diminuiu devido a atualizações nas refinarias e taxas mais baixas de utilização das refinarias.

Cinco das refinarias da Petrobras responderam por 78% da produção de óleo combustível residual da empresa. A refinaria de Rlam, localizada em São Francisco do Conde, na costa central leste do Brasil, foi responsável por 26pc ou 46.904 b / d da produção de óleo combustível de janeiro a julho. As outras principais refinarias produtoras de óleo combustível nos primeiros sete meses de 2019 foram Reduc: 32.335 b / d, Revap: 27.957 b / d, Rpcc: 21.379 b / d e Replan: 13.330 b / d.

Voltar ao Topo