Petróleo

Petrobras constata indícios de petróleo nas bacias de Campos e Santos

Petrobras

Estatal notificou a ANP na semana passada; entretanto, os sinais não significam que as reservas encontradas são viáveis

A Petrobras encontrou novos indícios de petróleo nas concessões de Marlim Leste, na Bacia de Campos, e S-M-623 (Sagitário), no pré-sal da Bacia de Santos.

A estatal notificou a Agência Nacional de Petróleo (ANP), sobre os indícios, na semana passada. A presença indícios não significa que as reservas encontradas são viáveis, técnica e economicamente.

O bloco S-M-623, onde está situada a descoberta de Sagitário, foi arrematado na 7ª Rodada de concessões, e é operado pela Petrobras (60%), em parceria com a Repsol (20%) e Shell (20%).

Já Marlim é um campo maduro, em produção, que faz parte do cluster de Marlim. A estatal tem feito algumas perfurações na área de concessão, atrás de novas descobertas no pré-sal. Ano passado, por exemplo, a companhia anunciou a descoberta de Brava, na área de Marlim.

As ações preferencias (PN, que dão preferência por dividendos) da estatal caíam 0,27%; as ordinárias (ON, que dão direito a votos em assembleias) estavam zeradas.

Sobre a Petrobras

A empresa é uma sociedade anônima de capital aberto que atua de forma integrada e especializada na indústria de óleo, gás natural e energia.

Ela está presente nos segmentos de exploração e produção, refino, comercialização, transporte, petroquímica, distribuição de derivados, gás natural, energia elétrica, gás-química e biocombustíveis.

Voltar ao Topo