Notícias

Petrobras investe R$ 150 milhões por ano na segurança de dutos

Petrobras investe R$ 150 milhões por ano na segurança de dutos

A Petrobras neste ano de 2019 tem  dado maior atenção à questão dos furtos de combustível em sua malha de dutos. Como se sabe, a estatal lançou, em junho, o seu Programa Integrado de Proteção de Dutos (Pró-Dutos), que tem como objetivo reduzir em 75% a ocorrência desse tipo de crime até 2021. Apesar de ter vendido as redes de transporte NTS e a TAG, a companhia ainda é controladora da TBG. A Petrobras também é 100% dona dos gasodutos de transferência (que ligam as regiões de produção à terra ou aqueles que ligam instalações da empresa). No caso de oleodutos ou polidutos, a quase totalidade é da estatal.

O  coordenador do Pró-Dutos, Marcos Galvão, afirmou que a Petrobrás tem investido anualmente, por meio da Transpetro, R$ 150 milhões na segurança de sua malha dutoviária. “Esses recursos correspondem a gastos em contingências e reparos, bem como em monitoramento dos dutos e prevenção de furtos, inteligência (coleta e análise de dados) e conscientização das comunidades do entorno sobre a necessidade de se denunciar condutas suspeitas”, explicou.

Galvão também comentou sobre como serão feitas as parcerias com o poder público no sentido de coibir as derivações clandestinas em dutos. “As parcerias com os governos estaduais serão realizadas para reforçar a cooperação estratégica nas ações de inteligência e segurança para garantir a proteção à vida, ao meio ambiente, a segurança energética do país e a integridade das instalações da companhia”, afirmou.

Voltar ao Topo