Petróleo

Petrobras mantém corte e buscará uma meta de desinvestimento em 2023

A estatal brasileira Petrobras, ainda se recuperando do escândalo de corrupção Lava Jato e de suas obrigações de dívida monumentais, está apostando em descarregar subsidiárias e ativos para restaurar suas fortunas. A empresa buscará uma meta de desinvestimento em 2023 de US $ 26,9 bilhões, concentrando-se em suas reservas inexploradas de águas profundas do pré-sal e devolvendo a empresa à saúde financeira.

“Se a suspensão ou revogação do decreto for confirmada, o impacto mais imediato será a incerteza introduzida nos novos e contínuos desinvestimentos, pois [levantará questões] a legitimidade dos procedimentos seguidos até hoje e os que serão seguidos após o Supremo. Decisão do tribunal “.

“A resolução dessa disputa e o lançamento dos preparativos para licitar os volumes acima dos 5 bilhões de boe originais é fundamental para equilibrar as contas públicas. O novo governo tem isso como uma de suas prioridades para os seus primeiros 100 dias, então há um muitos incentivos para que todos concluam esse processo o quanto antes “.

Voltar ao Topo