Petróleo

Petróleo sobe com cortes de suprimento prováveis ​​da OPEP +

Os preços do petróleo subiram na segunda-feira após a Arábia Saudita dizer que o clube de produtores da OPEP e da Rússia provavelmente manteria a retenção de suprimentos, e em alívio que os Estados Unidos e o México evitaram uma guerra comercial que teria prejudicado a economia global.

Os contratos futuros de petróleo do tipo Brent, referência internacional para os preços do petróleo, estavam em US $ 63,71 às 0017 GMT, 42 centavos, ou 0,7%, acima do fechamento de sexta-feira.

Os futuros do petróleo bruto West Texas Intermediate (WTI) estavam em US $ 54,43 por barril, 44 centavos, ou 0,8%, acima de sua última liquidação.

Traders disseram que os preços do petróleo estavam subindo por causa das declarações do líder de fato da Opep, Arábia Saudita, na sexta-feira, dizendo que o grupo está próximo de concordar com cortes de oferta.

“Com uma extensão de corte de produção agora soando mais provável do que não, deve ser incrivelmente favorável aos preços do petróleo”, disse Stephen Innes, sócio-gerente da Vanguard Markets.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e alguns não-membros, incluindo a Rússia, conhecidos coletivamente como OPEC +, retêm suprimentos desde o início do ano para sustentar os preços.

“Também com o impasse mexicano evitado e sem ondas de choque prejudiciais desta reunião de fim de semana do G-20, os ativos de risco devem abrir com um salto em seu degrau e o petróleo poderia negociar favoravelmente, já que WTI e Brent continuarão rastreando o ambiente mais amplo de risco” disse.

Os mercados de ações subiram na segunda-feira depois que um acordo entre os Estados Unidos e o México para combater a migração ilegal da América Central no fim da semana passada evitou uma guerra tarifária entre os vizinhos.

Voltar ao Topo