Energia

Planta fotovoltaica flutuante no Brasil

A usina hidrelétrica de Sobradinho, localizada no estado da Bahia, Brasil, agora está atualizada com um sistema solar flutuante desenvolvido pela Ciel & Terre em parceria com a SUNLUTION. A combinação das duas energias – Solar e Hidro – é uma resposta para atender às necessidades de consumo de eletricidade da região.

Este projeto fotovoltaico flutuante de 1MWp, inaugurado neste verão, foi desenvolvido pela SUNLUTION, uma empresa brasileira e licenciada pela Ciel & Terre. A Ciel & Terre projetou totalmente o painel flutuante Hydrelio e o sistema de ancoragem, considerando as necessidades do reservatório da CHESF (Companhia Hidrelétrica de São Francisco).

A primeira usina fotovoltaica flutuante em escala de MW no Brasil

Após a usina solar flutuante de 305 kWp instalada na fazenda Goiás pela SUNLUTION, licenciada pela Ciel & Terre no Brasil, o painel solar flutuante da barragem de Sobradinho é o primeiro a atingir a escala de MW no país. A usina de 1,01 MW tomou forma no estado da Bahia, no rio São Francisco, um dos maiores riachos do Brasil. Com seus 3.792 painéis, a instalação solar flutuante deverá produzir 1,7 MWh por ano. O sistema solar flutuante Hydrelio foi produzido localmente no Brasil.

No entanto, a planta está crescendo mais. A capacidade da usina solar flutuante da barragem de Sobradinho ainda deve aumentar em 1,5 MWp até janeiro de 2020. A instalação deve atingir 2,5 MWp e produzir mais de 4,2 MWh por ano. Devido ao tipo de lagoa, a Ciel & Terre projetou um projeto específico de sistema de ancoragem inferior, que é elástico e capaz de suportar uma variação no nível da água de 13 m.

Uma combinação promissora …

A combinação de energia hidrelétrica e solar não é fortuita. Deriva da necessidade de responder à importante demanda de energia a qualquer momento. De fato, o emparelhamento das duas tecnologias impede sumariamente qualquer interrupção na produção de energia: a energia hidrelétrica se encarrega da intermitência da energia solar. No caso de Sobradinho, o uso solar flutuante é ainda mais relevante, já que a barragem dos anos 70 foi alterada pelas mudanças climáticas (principalmente as questões de seca), impactando diretamente as necessidades de eletricidade, que não eram mais totalmente satisfeitas.

O cliente da usina fotovoltaica flutuante da barragem de Sobradinho, a CHESF (Companhia Hidrelétrica do São Francisco), é uma subsidiária da Eletrobras, a maior empresa brasileira de energia. Atualmente, a CHESF possui e opera 12 usinas hidrelétricas, correspondentes a 10 GWp de capacidade instalada. Se a empresa usar 10% da superfície de todos os seus reservatórios, poderá instalar até 52 GWp de projetos FPV.

Em escala nacional, a energia hidrelétrica é realmente a principal fonte de geração de energia – 61% do mix de energia em 2017, de acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (Resumo Executivo de Análise do País: Brasil, atualizado em abril de 2019). Isso enfatiza fortemente a idéia de que os sistemas hidrovoltaicos mostram clara relevância para esse país. Além disso, a SUNLUTION estima que o mercado brasileiro possa fazer 2,5 GW de FPV nos próximos dez anos.

Ciel & Terre International

Fundada em 2006 como especialista na integração de sistemas fotovoltaicos, a C&T dedica-se totalmente à energia solar fotovoltaica flutuante desde 2011, desenvolvendo o HYDRELIO – o primeiro conceito fotovoltaico à base de água patenteado e industrializado. Até agora, o histórico da empresa atinge mais de 310 MWp, equivalente a 170 projetos.

Desde a fabricação até a instalação, a C&T oferece soluções personalizadas. O grupo fotovoltaico flutuante tem um status de especialista para apoiar o desenvolvimento e a construção dos projetos. 

SOLUÇÃO

A Sunlution é uma empresa brasileira especializada no desenvolvimento de geração de energia renovável usando sistemas fotovoltaicos flutuantes com tecnologia flutuante – HYDRELIO, Sunlution também é licenciada pela Ciel et Terre para o Brasil.

CHESF

A CHESF (Companhia Hidrelétrica do São Francisco) é uma subsidiária da Eletrobras, a maior empresa de energia do Brasil. A empresa é responsável pela geração, transporte e venda de eletricidade. A CHESF é mais especificamente responsável pelas amenidades hidrelétricas, eólicas e solares da região do rio São Francisco.

Voltar ao Topo