Offshore

Porto Itapoá inicia 2019 com novo software de gestão

O Porto Itapoá, terminal privado localizado em Santa Catarina, adotou o sistema SAP como o software de planejamento e execução de suas operações. No Brasil, Itapoá é o primeiro porto a utilizar uma versão S4 / HANA do SAP, consagrado no mundo pela ajuda proporcionada a seus usuários.

O “go-live” do sistema foi dado no dia 1º de janeiro de 2019, em um único processo de análise de processos. Com isso, passa por um processo integrado com o sistema operacional do Porto – Navegação / Navegação – N4, que se encontra como uma referência no sistema de movimentação de contêineres.

Os grandes diferenciais do SAP, de acordo com o comunicado divulgado pelo Porto Itapoá, são a agilidade e as insígnias específicas no âmbito da gestão empresarial, como o previsto, o planejamento estratégico, o estoque e as vendas.

Investimento em tecnologia para o crescimento do Terminal O Porto Itapoá movimentou em 2018 cerca de 680 mil TEUs, um crescimento de 11% em relação ao movimento de janeiro de 2017. Uma perspectiva para os próximos anos, com uma ampliação da área física do Terminal de 150 mil m² para 250 mil m² em 2018, é de 1,8 milhões de TEUs. Caso chegue esse lado, o Porto Itapoá deve se posicionar entre as matrizes com as capacidades de armazenamento de contêineres do Brasil.

O presidente Cássio Schreiner, afirma que “em se tratando de inovação o Porto Itapoá sempre buscou como melhor alternativa em infraestrutura, e já saiu na frente de uma série de outros projetos, de forma muito especial na área de tecnologia”. Cssio still enaltece that, to keep a efficiency working of Terminal and secure support in the moment. “Nesse sentido, o Porto Itapoá não é medido por estar alinhado com as principais tendências mundiais sobre o sistema de gestão”.

Voltar ao Topo