Petróleo

Preço do petróleo sobe após agravamento da crise na Líbia

Preço do petróleo sobe após agravamento da crise na Líbia

Nesta segunda-feira (8) o mercado do petróleo registrou disparo nos preços, com isso os contratos futuros do petróleo subiram para o maior nível desde novembro, impulsionados pelos cortes na oferta da Opep, pelas sanções dos Estados Unidos ao Irã, o agravamento a  crise na Venezuela e, principalmente, pelos impasses políticos na Líbia. O petróleo Brent subia 0,51 dólar, ou 0,73%, a US$ 70,85 por barril, às 12h04 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 1,06 dólar, ou 1,68%, a US$ 64,14 por barril.

Objetivando sustentar os preços do produto, a OPEP- Organização dos Países Exportadores de Petróleo e alguns aliados irão cortar cerca de 1,2 milhão de barris por dia da oferta a partir do início deste ano.

Os cortes da Opep e as sanções dos Estados Unidos ao Irã e à Venezuela têm sido o principal motor dos preços ao longo deste ano. Mas desde o fim de semana, com o avanço de tropas sobre Trípoli, capital Líbia, o mercado ficou mais embaçado. Este  último impulso recebido de uma escalada dos combates na Líbia, que está ameaçando novas interrupções no fornecimento.

Voltar ao Topo